Constipação Infantil: Sintomas e Causas

Constipação Infantil: Sintomas e Causas

A constipação infantil é um problema comum que pode afetar a qualidade de vida da criança (e da família), sendo causa de 3% das consultas pediátricas de rotina e de 25% das consultas do gastroenterologista pediátrico.

Porém, uma dúvida comum da família é: a partir de que ponto a constipação infantil pode ser o sintoma de alguma doença? Quando é necessário se preocupar?

Para conhecer mais sobre esse tema, no post de hoje vamos entender o que é constipação infantil, os seus principais sintomas, causas e quais são os tratamentos mais indicados.

Afinal, o que é constipação intestinal?

Antes de explicarmos o que é constipação infantil, é importante entender o que é, afinal, a constipação intestinal.

De acordo com o Ministério da Saúde, a constipação intestinal ou prisão de ventre é uma doença provocada, principalmente, pelo consumo insuficiente de fibras. Porém, outros aspectos também são importantes para manter um bom funcionamento intestinal, evitando essa e outras doenças de origem gastrointestinal.

Basicamente, o funcionamento intestinal depende de três elementos inseparáveis:

  • ingestão de água;
  • consumo de fibras;
  • prática de atividade física.

Assim, o intestino tem um funcionamento mais regular com esse três fatores, mas ainda há a questões comportamentais envolvidas no caso das crianças.

E a constipação infantil?

De acordo com a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), a constipação infantil compreende evacuações em frequência menor do que três vezes por semana, percebendo-se o aumento da consistência das fezes, que se tornam ressecadas e duras.

Há também casos em que a criança faz cocô diariamente de forma incompleta, fezes muito ressecadas, em cibalos (“bolinhas duras” como cocô de cabrito), com muito esforço e dor, que são igualmente classificados como constipação intestinal.

Algumas crianças permanecem muitos dias sem evacuar e eliminam fezes extremamente volumosas e calibrosas denominadas fecalomas que, por vezes, determinam entupimento do vaso sanitário.

Constipação infantil: sintomas

Para crianças até 4 anos, os critérios diagnósticos para constipação infantil funcional estão relacionados com a apresentação de, no mínimo, dois dos critérios a seguir durante 1 mês, pelo menos (fonte: Sociedade Brasileira de Pediatria do Rio Grande do Sul – SPRS):

  • duas ou menos evacuações por semana;
  • retenção excessiva de fezes;
  • comportamento de retenção;
  • história de evacuações duras ou dolorosas;
  • massa fecal no reto;
  • pelo menos um episódio de incontinência fecal por semana;
  • fezes volumosas que podem obstruir o vaso sanitário.

É importante destacar que tais sintomas não devem ser plenamente explicados por outra condição médica.

Principais causas da constipação infantil

De acordo com o Hospital Einstein, 95% das causas da constipação infantil são funcionais.

No geral, as principais causas para a constipação infantil podem estar relacionadas com:

  • baixa ingesta de fibra na dieta;
  • baixa ingesta de água;
  • mudanças emocionais (mudança de colégio, casa, dentre outros);
  • comportamento;
  • treinamento esfincteriano inadequado;
  • constitucional;
  • alergia a proteína do leite de vaca;
  • doenças dos nervos intestinais (megacolon congênito);
  • uso de medicação.

Como saber se o problema da criança é grave?

O Instituto de Gastroenterologia Pediátrica de São Paulo (Igastroped) explica que saber qual era a idade da criança quando os sintomas da constipação infantil se iniciaram é um dado extremamente importante para se avaliar a gravidade do problema.

Por exemplo, caso os sintomas tenham se iniciado em um recém-nascido com menos de 1 mês de idade, deve-se levantar a suspeita diagnóstica da existência de uma condição orgânica, tal como a doença de Hirschsprung.

Quando a família precisa se preocupar com  a constipação infantil?

O MSD Manuals pontua algumas situações que necessitam de um acompanhamento mais próximo de um pediatra:

  • Perda de peso ou crescimento ruim;
  • Redução do apetite;
  • Sangue nas fezes;
  • Febre;
  • Vômitos;
  • Inchaço abdominal;
  • Dores abdominais (em crianças grandes o bastante para comunicar isso);
  • Em crianças mais velhas, uma liberação involuntária de urina (incontinência urinária), dor nas costas, fraqueza nas pernas ou problemas para andar.

Constipação infantil: tratamento

Uma alimentação de qualidade e balanceada é fundamental para o equilíbrio do organismo e evitar a constipação infantil. O Ministério da Saúde explica que as frutas, os legumes e as verduras (por exemplo, mamão, tamarindo, laranja, ameixa, manga, folhas em geral) são alimentos in natura e ótimas fontes de fibras e micronutrientes, além de ter baixa densidade energética.

Além disso, os cereais integrais como arroz integral, pão integral, centeio, aveia, sementes de linhaça, farelo de aveia e trigo, dentre outros, também são excelentes alternativas para aumentar a quantidade de fibras ingeridas.

A Beneficência Portuguesa de São Paulo explica que o tratamento da constipação intestinal do tipo funcional é bastante simples. De forma geral, o tratamento para a constipação infantil inclui:

  • Mudança na dieta, com inclusão de alimentos ricos em fibras, como legumes, frutas e verduras;
  • Aumento na ingestão de água (sem substituir a água por sucos, refrigerantes e outros líquidos);
  • Prática de atividades físicas (brincadeiras, esportes e outras atividades que façam a criança de movimentar);
  • Laxante: o medicamento pode ajudar a esvaziar o intestino sem a dor, desfazendo aos poucos o trauma que leva a criança a reter as fezes.

Encontre uma pediatra em Campinas

Se sua família vive na região de Campinas (SP), que tal fazer o acompanhamento do seu filho ou da sua filha com uma pediatra especializada em gastroenterologia pediátrica, refluxo em bebê, introdução alimentar correta e saudável, trato intestinal do bebê e da criança, doença celíaca, alergias alimentares, dentre outras situações?

Marque hoje uma consulta preventiva para seu filho ou para a sua filha na Pediatra Campinas.

Continue acompanhando mais notícias e novidades sobre cuidados com as crianças, dicas de introdução alimentar, cólica em bebê, puericultura, APLV, uso de chupeta, escala do cocô, como estimular o seu bebê, principais cuidados e muito mais: acesse agora mesmo o nosso blog.